Arquivo da tag: duff mckagan

Hall da Fama do Rock teve Guns N’ Roses sem Axl Rose

Pois é. Axl Rose não quis ir para a cerimônia de entrada do Guns N’ Roses no Rock And Roll Hall of Fame na noite deste sábado. Ele e os atuais integrantes de sua banda ficaram de fora. Mas Slash, Duff McKagan, Steven Adler, Matt Sorum e Gilby Clarke compareceram e ainda tocaram com Myles Kennedy (o atual vocalista da banda de Slash e do Alterbridge).

Sem mencionar o único integrante original remanescente do Guns N’ Roses em nenhum momento, Slash, McKagan e Adler tocaram juntos pela primeira vez em 20 anos e executaram “Mr. Brownstone”, “Sweet Child O’ Mine” e “Paradise City”.

Billie Joe Armstrong, vocalista do Green Day, foi o responsável por elogiar o álbum Apettite for Destruction, que disse ser o “melhor álbum de estreia de uma banda na história do Rock and Roll”. Após falar sobre cada integrante presente, veio a ironia: “Deixe eu ver, quem eu estou esquecendo?”, disse Armstrong antes de também elogiar Axl Rose, que quando teve o nome citado foi alvo de vaias.

Os ex-integrantes do Guns N’ Roses se saíram bem ao receberem o reconhecimento pelo que fizeram há tantos anos. Mas uma das injustiças com toda essa fanfarra do Axl Rose, ocorreu com o Red Hot Chili Peppers, que também gravou muita coisa boa nos anos 90 e também foi introduzido de forma justa no Hall da Fama, mas pouco se falou na banda californiana.

Sem precisar do circo todo de Axl Rose, Anthony Kiedis homenageou o guitarrista Hillel Slovak, morto por overdose de heroína em 1988. Também entraram para o Hall da Fama (vai saber o que passa na cabeça de quem escolhe) os Beastie Boys, o cantor folk Donovan, a cantora e compositora Laura Nyro e as bandas britânicas Small Faces e Faces.

Axl Rose joga a última pá de cal no Guns N’ Roses

O Guns N’ Roses morreu em 1996 e se esqueceram de sepultar o defunto. É isso o que Axl Rose acaba de confirmar essa semana ao jogar uma pá de cal sobre a banda que ajudou a construir e a destruir, agora se recusando a ir à cerimônia de entrada no Rock And Roll Hall of Fame sob o risco de ter que se juntar aos ex-amigos e hoje desafetos Slash, Duff McKagan, Izzy Stradlin e Steven Adler na festa para a execução de uma música.

É verdade que uma figura como Axl Rose jamais transmitiu humildade e não é o que se espera dele, mas o público que hoje comparece aos seus shows ao lado de músicos até talentosos que estão muito mais para “Axl e sua turma” do que o poderoso Guns N’ Roses do final da década de 80 e o início da década de 90, não vai lá para ouvir “Better”, “Chinese Democracy”, “Prostitute”, entre outras coisas recentes. Quem é fã de Guns N’ Roses ouviu músicas antigas e usou Slash como um exemplo de guitarrista.

Em certo ponto, Axl Rose até que dá uma contribuição ao Rock ao negar a homenagem. Pois o que se tornou o Guns N’ Roses está mais para Rock And Roll Hall of Shame. Já foi mostrado aqui neste blog que todos os ex-integrantes da banda californiana já demonstraram coisas boas em projetos paralelos, enquanto o vocalista que hoje não alcança metade das notas de 20 anos atrás levou 15 anos fazendo propaganda de um álbum que quando saiu torceu muitos narizes.

Daquele Guns N’ Roses que todos se acostumaram a ouvir, apenas os atrasos em shows e o desrespeito ao público permanece, diga-se, sempre ocorreram por parte do senhor William Axl Rose. Ok, a banda gravou grandes hits como “Welcome to the Jungle”, “Paradise City”, “Sweet Child ‘O Mine” e “Civil War”, além de ter regravado muito bem “Knockin’ On Heaven’s Door”, “Live And Let Die” e outras mais, e esse é todo o mérito daquela formação, daquele conjunto.

Os fãs esperaram desde a separação o dia em que a banda voltaria a tocar junta em sua formação clássica, Steven Adler queria, Slash também, Duff McKagan idem, assim como Izzy Stradlin, mas Axl Rose não quis. Será que ele ainda acha que vai vender mais discos e lotar estádios em shows com a sua banda atual e suas costumeiras desafinadas? É possível, assim como é bem provável que o público vire definitivamente as costas para a banda.

No fim das contas, a indicação do Guns N’ Roses para o Hall da Fama nada mais será do que a sepultura definitiva da banda. E, assim como tudo o que envolve Axl Rose, a última pá de cal chega com 15 anos de atraso. Resta prestar atenção aos versos cantados no vídeo abaixo e entender “a profecia”.

Guns N’ Roses é indicado ao Hall da Fama. Vem reunião aí?

O Guns N’ Roses teve confirmada nesta quarta-feira a sua indicação para o Hall da Fama do Rock and Roll ao lado do Red Hot Chili Peppers, do Small Faces, de Laura Nyro e dos Beastie Boys. (Sim, também não entendi a indicação dos dois últimos). E o que vem junto à novidade do Gn’R é a possibilidade de uma reunião da formação clássica.

Para quem não sabe, as bandas que são levadas ao Hall da Fama são convidadas a tocar na cerimônia e em muitos casos ocorrem as reuniões, pois quem entra para a lista sagrada são os músicos da principal formação, como não poderia deixar de ser.

Assim sendo, novamente veio a pergunta: Axl Rose vai baixar a cabeça e aceitar se juntar a Slash, Duff McKagan, Izzy Stradlin e Steven Adler para uma jam na festa? Pois não é tão improvável assim.

Axl Rose se aproximou de alguns ex-integrantes de sua banda nos últimos anos, tendo contato com Duff McKagan, Izzy Stradlin e até Steven Adler e a questão que fica é a relação conturbada do vocalista com o guitarrista Slash. Aquela demissão ao vivo na Mtv em 1996 ainda não foi bem digerida.

Mas as questões que faço são: será que Axl Rose está tão satisfeito assim com sua banda depois de ter levado 15 anos para lançar o medíocre álbum “Chinese Democracy”? Será que Slash não poderia fazer ao menos um show no lugar daquele monte de guitarristas que o substituem na banda atual?

O que ocorre hoje é que individualmente Slash tem seu talento muito mais reconhecido do que Axl Rose e isso certamente é um incômodo para o egocêntrico cantor que agora mais parece uma gralha, um cover mal feito de si mesmo.

Uma das últimas coisas que eu poderia esperar seria um ato de humildade de Axl Rose. Por outro lado, se levarmos em conta o que uma reunião poderia render ao dono da marca Guns N’ Roses, ele teria muito mais a ganhar do que a perder.

De todos os músicos que passaram pelo Gn’R nos anos 80 e 90, todos fizeram algum trabalho decente depois que deixaram a banda, enquanto o barrigudo é quem mais vive de passado.

Será que é bom para Axl Rose saber que o álbum solo de Slash, os trabalhos do Duff McKagan’s Loaded e até coisas gravadas pelo Velvet Revolver são muito melhores do que tudo o que ele se prestou a fazer nos últimos 16 anos? Acho que não. Confira as atividades abaixo:

Duff McKagan – baixista e backing vocals:

Izzy Stradlin – guitarrista base:

Steven Adler – baterista:

Slash – guitarrista:

Axl Rose – vocalista:

Sinceramente, pelo que os cinco fizeram desde então, Axl Rose é quem menos merece ir ao Hall da Fama!