Arquivo da tag: dia de finados

Dia dedicado aos mortos/2 de novembro

O que não mata (de rir), assusta. Sim, é Halloween!

Ironicamente, o calendário do cristianismo também engloba várias datas pagãs e é por isso que temos dia de tudo o que é santo do pau oco. E graças ao paganismo temos três dias de celebração aos defuntos: 31 de outubro é Halloween (Dia das Bruxas por aqui), 1º de novembro é o Dia de Todos Os Santos e finalmente 2 de novembro é o Dia de Finados.

E tudo isso ocorre curiosamente no semestre oposto do dia 13 de maio (lembra da tal sexta-feira 13?). Atualmente tudo o que se refere ao Halloween virou puro comércio e fanfarra, com poucas tradições restantes. Mas o mais legal é que a data inspirou e ainda é objeto de ideias para filmes de terror e músicas.

Como estamos em um blog musical, nada mais justo do que falarmos apenas sobre música e, em especial, dos vídeos toscos inspirados em músicas com a temática “Halloween” e outras loucuras de gente como Ozzy Osbourne, King Diamond, dentre vários. Sim, o culto do Rock ao terror geralmente é feito com bom humor, apesar de muitos sentirem medinho e atacarem a “barulheira assustadora” que se faz por aí.

Ok, então se o problema é o Rock, é justo lembrar do que inspirou o grupo de axé Asa de Águia a criar a “Dança do Vampiro”, por exemplo. E mais, o melhor videoclipe da história da música pop tem a temática de terror. Ou você não se lembra de “Thriller”?

Mas se você prefere ser assustado (ou rir da bizarrice) no Rock, bebê, então temos um vasto material que começa com uma banda que escolheu a celebração aos mortos como sua nomenclatura, que ficou apenas um pouco mais infernal. Sim, é Helloween!

Os alemães viveram o ápice com o então vocalista Michael Kiske e gravaram um dos videoclipes mais toscos/engraçados da história do Heavy Metal cantando a música “Halloween”, fazendo um culto à festa e usando os monstros mais ridículos que poderiam.

Já o cara-pintada dinamarquês Kim Bendix Petersen, também conhecido como King Diamond, resolveu homenagear o Dia das Bruxas em seu primeiro álbum-solo, intitulado Fatal Portrait (1986). Ele não apenas batizou a faixa número 7 com o nome da data, mas também fez questão de lembrar que todo dia para ele é Halloween com frases como “Você é meu orgulho” e “Não apenas um sonho”. Tocante, não?

Puxando um pouco para o Punk Horror Show, os mestres do gênero Misfits não poderiam ficar de fora da fanfarra com a música lançada em 1985 sob o título de “Halloween” e que depois ganhou uma segunda versão. Desta vez a bizarrice fica por conta da letra, das qual você pode retirar os belos trechos “Cabeças de abóbora na noite”, “Gatos mortos pendurados em postes”.

Outras bandas como Dead Kennedys, Mudhoney, Samhain, Marilyn Manson, Cradle of Filth, Sonic Youth e Ministry exploraram o Halloween em músicas (covers em alguns casos, como o de Marilyn Manson), mas o único que chegou a uivar para a lua foi o Madman, senhor Ozzy Osbourne.

Em mais um dos clipes mais fanfarras já vistos no Heavy Metal, o cara que ajudou a criar o Black Sabbath estava em seu terceiro álbum da carreira solo e emplacou o disco Bark At The Moon com a música homônima em 1983 no primeiro registro após a morte do guitarrista Randy Rhoads em acidente aéreo.

Ozzy Osbourne teve participação mínima na composição da música que foi escrita pelo guitarrista estreante Jake E. Lee e o baixista Bob Daisley. Mas o senhor bizarrice consegue ficar bisonho no videoclipe ao interpretar um cientista louco que se transforma em uma besta. Como sempre, o que deveria ser horripilante, se torna risonho com Ozzy.