Axl Rose joga a última pá de cal no Guns N’ Roses

O Guns N’ Roses morreu em 1996 e se esqueceram de sepultar o defunto. É isso o que Axl Rose acaba de confirmar essa semana ao jogar uma pá de cal sobre a banda que ajudou a construir e a destruir, agora se recusando a ir à cerimônia de entrada no Rock And Roll Hall of Fame sob o risco de ter que se juntar aos ex-amigos e hoje desafetos Slash, Duff McKagan, Izzy Stradlin e Steven Adler na festa para a execução de uma música.

É verdade que uma figura como Axl Rose jamais transmitiu humildade e não é o que se espera dele, mas o público que hoje comparece aos seus shows ao lado de músicos até talentosos que estão muito mais para “Axl e sua turma” do que o poderoso Guns N’ Roses do final da década de 80 e o início da década de 90, não vai lá para ouvir “Better”, “Chinese Democracy”, “Prostitute”, entre outras coisas recentes. Quem é fã de Guns N’ Roses ouviu músicas antigas e usou Slash como um exemplo de guitarrista.

Em certo ponto, Axl Rose até que dá uma contribuição ao Rock ao negar a homenagem. Pois o que se tornou o Guns N’ Roses está mais para Rock And Roll Hall of Shame. Já foi mostrado aqui neste blog que todos os ex-integrantes da banda californiana já demonstraram coisas boas em projetos paralelos, enquanto o vocalista que hoje não alcança metade das notas de 20 anos atrás levou 15 anos fazendo propaganda de um álbum que quando saiu torceu muitos narizes.

Daquele Guns N’ Roses que todos se acostumaram a ouvir, apenas os atrasos em shows e o desrespeito ao público permanece, diga-se, sempre ocorreram por parte do senhor William Axl Rose. Ok, a banda gravou grandes hits como “Welcome to the Jungle”, “Paradise City”, “Sweet Child ‘O Mine” e “Civil War”, além de ter regravado muito bem “Knockin’ On Heaven’s Door”, “Live And Let Die” e outras mais, e esse é todo o mérito daquela formação, daquele conjunto.

Os fãs esperaram desde a separação o dia em que a banda voltaria a tocar junta em sua formação clássica, Steven Adler queria, Slash também, Duff McKagan idem, assim como Izzy Stradlin, mas Axl Rose não quis. Será que ele ainda acha que vai vender mais discos e lotar estádios em shows com a sua banda atual e suas costumeiras desafinadas? É possível, assim como é bem provável que o público vire definitivamente as costas para a banda.

No fim das contas, a indicação do Guns N’ Roses para o Hall da Fama nada mais será do que a sepultura definitiva da banda. E, assim como tudo o que envolve Axl Rose, a última pá de cal chega com 15 anos de atraso. Resta prestar atenção aos versos cantados no vídeo abaixo e entender “a profecia”.

Anúncios

2 comentários em “Axl Rose joga a última pá de cal no Guns N’ Roses”

  1. Na minha opinião o AXL ROSE foi um grande idolo,mas,um tanto egoista ao negar voltar a tocar com a banda que lhe rendeu tanta fama,sucesso e dinheiro.Ele pode até voltar com uma nova versão dos Guns,mas,jamais renderá nem um décimo como a banda passada.Saudades dos guns n’roses original:principalmente do Slash e do baterista,grande banda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.