Maldição bate à porta novamente

Câncer. Uma doença que é tão cruel que muitas vezes dá até medo de proferir o seu nome. Eu o conheço bem, pois perdi gente importante da família por causa desta coisa. Mas como o post não é para falar de mim e sim de música, é inevitável não lamentar pelo linfoma que sofre Tony Iommi segundo foi revelado nesta segunda-feira.

Para quem nasceu em outro planeta ou simplesmente acha que Heavy Metal é coisa do demônio, que bom mesmo é ouvir os ‘Rebolations’ da vida, trata-se de um dos maiores gênios da guitarra sem precisar fazer nenhuma macaquice para isso, responsável pela criação do Black Sabbath, o pai Heavy Metal.

Quando jovem, Iommi decepou a ponta dos dedos anelar e médio na mão direita trabalhando em uma metalúrgica e, ao contrário do que recomendavam os médicos, ele voltou a tocar. Como é canhoto, a mão direita de Tony é a que marca os acordes, o que tornava o caso bem mais complicado. Para voltar, ele precisou baixar a afinação da guitarra e assim nasceu o som pesado do Metal.

Quando digo que Iommi é um gênio sem fazer solos circenses é justamente a maior qualidade dele. Infelizmente, hoje em dia tem muito guitarrista jovem que acha que o importante para ser bom é ser o mais rápido possível e fazer mil acordes por segundo, implorar a atenção do público. Sim, eu gosto de Yngwie Malmsteen e outros que seguem tal linha, mas acho muito melhor quem sabe fazer o simples bem feito e isso são poucos os que conseguem.

O momento para a divulgação da doença de Iommi não poderia ser pior, uma vez que há quase dois meses ele esteve ao lado de Geezer Butler, Bill Ward e Ozzy Osbourne em Los Angeles para anunciar o retorno do Black Sabbath com novo álbum e turnê mundial.

Por mais que todos esperem pela cura de Tony Iommi, o que parece bem possível já que segundo o que foi noticiado o estágio ainda não é avançado, o fato de Ronnie James Dio, o ex-vocalista do Black Sabbath, ter morrido há menos de dois anos também em decorrência de um câncer, justamente no momento em que estava de volta à formação do Black Sabbath que gravou o Heaven and Hell, nome dado à banda naquele momento. Foi um novo álbum “The Devil You Know”, seguido de uma nova turnê.

Nos resta torcer para que a maldita doença não faça de Iommi mais uma vítima, assim como já fez Ronnie James Dio, Chuck Shuldiner, Jim Capaldi, Joey Ramone, Frank Zappa e George Harrison, entre outros como meu ex-vizinho Itamar Assumpção. Escuto muita gente pedir pela cura para a Aids, mas acho que a recuperação do câncer deveria vir primeiro. É muita crueldade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.